Paciente 20987

Paixão. Fenômeno que assim que despertado vira uma doença,uma necessidade,um vicio. Uma vez que acaba,o indivíduo vai em busca de algo que desperte a mesma sensação,cada vez mais intensificado e cada vez mais rápido. Sucumbindo ao fardo,memorizando a adrenalina e vivendo de seu passado. São dias contados ate que a curiosidade se cesse, a angustia aterroriza a mente que busca o compreendimento da natureza do seu ser….Martirizado pela dor de sofrer mil vezes…morrer mil vezes e amar mil vezes….Não há escolha entre sofrer e seguir,só lhe resta que aceite,como um paciente aceita uma doença terminal.
É o médico,viciado no próprio paciente.
- FNK

"Quem sou eu para falar de amor, se o amor me consumiu até a espinha?"

Chico Buarque (via oxigenio-dapalavra)

(via oxigenio-dapalavra)

Não fui, na infância, como os outros
e nunca vi como outros viam.
Minhas paixões eu não podia
tirar de fonte igual à deles;
e era outra a origem da tristeza,
e era outro o canto, que acordava
o coração para a alegria.
Tudo o que amei, amei sozinho.

Edgar A. Poe

(Source: implodi-r, via oxigenio-dapalavra)